15
jan
2019
0

Saiba como proteger as crianças dos insetos

O Verão está aí e junto com o calor vem também os insetos!

A preocupação com as picadas de insetos é cada vez maior, isso porque toda estação o número de novos casos de doenças como zicka, Chikungunya e dengue, atingem assustadoramente as crianças.

E foi pensando em proteger os seus filhos que viemos hoje te trazer dicas e informações importantes sobre como proteger as crianças dos insetos.

Acompanhe e descubra!

Proteção contra insetos para bebês!

Muitos pediatras não indicam uso de repelentes e aparelhos contra insetos para bebês com até seis meses de vida.

Para os bebês as medidas recomendadas contra insetos são:

  • Barreiras físicas: mosquiteiros, tela nas janelas, telas no carrinho na hora do passeio.
  • Repelentes naturais para ambientes: Citronela, Laranja com cravo, etc.
  • Roupas com fibras que contém citronela em sua composição, que resistem até 20 lavagens.

Além, disso é preciso manter o ambiente limpo, livre de criadouros e atrativos para qualquer tipo de inseto.

Mas e quando o seu filho (a), já vai a escola, ou a outros locais que não seja a sua casa, como proceder?

Vamos te contar agora!

Proteção contra os insetos para os grandinhos!

Manter a casa limpa e arejada e colocar barreiras físicas nas janelas e portas, é uma maneira de proteger não apenas seus filhos, como também você contra picadas de insetos e entrada de animais peçonhentos.

Além, disso é necessário utilizar repelentes para manter as crianças protegidas mesmo fora de casa, contudo, é preciso tomar alguns cuidados, veja:

  • Antes de tudo converse com pediatra do seu filho e veja as suas indicações.
  • Para cada idade é recomendada uma certa quantidade limite do agente ativo contido nos repelentes para insetos, por isso, é importante ficar de olho e orientar-se com pediatra a quanto esse limite pode chegar.
  • O repelente contra insetos tem proteção conforme a porcentagem de seu principio ativo, por exemplo, enquanto um produto que contém 5% da substância protege por 90 minutos, outro com 20% tem sua ação prolongada por até 5 horas.
  • Durante o sono os repelentes de tomadas são uma boa alternativa, contudo, é necessário estar atenta a quantidade de horas máximas que o dispositivo pode ser utilizado.
  • É possível também utilizar repelentes naturais para inseto, como os que citamos acima, contudo, não é indicado que eles tenham contato direto com a pele, podendo haver alergias.

Agora, se mesmo com todos esses cuidados seu filho (a) for picado (a) por um inseto, você sabe como proceder?

Entenda os procedimentos corretos no próximo tópico.

Como agir se meu filho (a) for picado (a)?

O primeiro cuidado ao se deparar com uma picada de inseto é quanto à higiene do local, assim você evita o processo inflamatório e infeccioso que pode acontecer no local.

  • Evite coçar;
  • Cremes e loções refrescantes podem ajudar no alívio da dor e coceira;
  • Consulte seu médico e peça indicação de uma pomada para picadas;
  • Se houver urticárias e muita coceira é necessário atendimento hospitalar;
  • Se houver inchaço, vermelhidão e secreção o pediatra deve ser consultado;
  • Se seu filho apresentar febre e dores no corpo, entre outros sintomas após uma picada de inseto, procure imediatamente o médico

Proteja seus (suas) filhos (a) e tenha um ótimo verão!

Além disso, você sabia que alguns desconfortos são normais na infância? 

Conheça 10 passos para cuidar da saúde dos pés do seu filho!

 

Recomendado

A todas as Mães, Parabéns pelo seu dia
Modelos de tênis básicos infantis para toda hora!
Aposte na versatilidade e encontre o match perfeito
Peças unissex são um meio de inserir os pequeninos num mundo diverso e divertido

Deixar uma Resposta